As sensações de uma ótima cerveja

Veja aqui
Várias características da cerveja podem ser resumidas numericamente. Como
às vezes são usados em rótulos e outras fontes de informação, é útil entender
os mais comuns. ÁLCOOL – Medido em porcentagem por volume, o teor
alcoólico varia de 2% a mais de 25%, com a maioria das cervejas artesanais na
faixa de 4% a 6%. A quantidade de açúcares de malte dissolvidos e outros
sólidos no líquido antes de ser fermentado em cerveja. Dois sistemas: Graus
(°)Platão, que indica uma porcentagem (a maioria das cervejas está entre 10 e
16 °P); e Original Gravity (OG), que é o sistema inglês que é uma proporção em
relação à água pura (a maioria das cervejas está entre 1,040 e 1,065 OG). A
Gravidade Final (FG) é a medida, após a fermentação, indicando o açúcar
residual ainda presente no produto acabado.
AMARGO – Expresso em Unidades Internacionais de Amargor. A cerveja varia
de 6 a mais de 100 IBU, com a maioria das cervejas na faixa de 15 a 50. Na
maioria das vezes, o lúpulo fornece o amargor. COR Nos EUA; as medidas são
expressas em uma escala chamada SRM (Standard Reference Method). Para a
maioria dos propósitos entusiastas, descrições verbais são suficientes. SABOR
Termo que abrange tanto o sabor quanto o aroma. AROMA – Exatamente o que
diz – os muitos aromas diferentes que saem do líquido.
Interação entre doçura do malte, amargor do lúpulo, torra e outros sabores.
Algumas cervejas são melhor apresentadas claras, mas outros tipos são
propositalmente turvos ou turvos. A cor de palha clara ao preto escuro, a cor da
cerveja vem de vários tons de malte torrado ou torrado. Várias texturas:
plenitude, cremosidade, adstringência. Pequenas bolhas cheias de dióxido de
carbono, mantidas juntas pelas proteínas do malte.

Leave a Reply

Your email address will not be published.